Criação de Galinhas

Criação de galinhas ou aves ornamentais

Como em tudo a experiência conta muito no sucesso de qualquer negócio ou atividade.
A experiência adquirida em um pequeno negócio caseiro pode ser a alavanca para voos mais altos.
Caso seja essa a ideia para criar galinhas, sugerimos se informe devidamente das condições, equipamentos e conhecimentos minimos necessários para o arranque da atividade.

Observação. As informações contidas nesta página, devem ser consideradas como tópicos para quem tenha curiosidade ou pretenda iniciação na atividade de incubar ovos.

Criação de galinhas caseiras

galinha chocando ovosSe não é possuidor de qualquer conhecimento no assunto e mesmo assim quer iniciar a incubação de ovos ou criação de galinhas por curiosidade, sugerimos:
- Ter disponivel um quintal ou terreno mínimo com 20 metros quadrados disponiveis para cada galináceo.
- Comprar um galo e 3 ou 4 galinhas das raças pretendidas.
Sugestão: Considere comprar uma Silkie como galinha chocadeira e poedeira.
- Construir um abrigo, galinheiro. Deve ser arejado, minimo 1,20 metros de altura e igual largura e comprimento. Preferência construção com laterais em madeira maciça.
Pode ser madeira de qualquer árvore. O pinho é indicado por ser normalmente mais barato.

Colocar paus de galinheiro a várias niveis de altura para que as aves escolham o mais conveniente conforme as condições climatéricas. Os paus de galinheiro devem também ser colocados de forma que uma galinha pousada em um nível superior, não defeque em cima de outra pousada em um pau mais abaixo.

Jamais deve ser utilizada folha de metal na construção do galinheiro, pois causa enormes oscilações de temperatura. O galinheiro deve ficar numa zona de sombra, ou com bom isolamento térmico, nunca ao sol escaldante. As aves começam a morrer com temperatura ambiente superior a 39 graus.
Providenciar abastecimento de água suficiente. Ao comprar um bebedouro no comércio, escolher um que impossibilita as galinhas de defecarem na água.
- Construir um abrigo ao lado do galinheiro, para as galinhas porem os ovos. As condições de construção, sãs identicas ao galinheiro.
Somente não necessita ser tão alto, não colocar paus de galinheiro e permitir o acesso humano para retirar os ovos.
Nunca retirar a totalidade dos ovos do ninho da galinha. Deixar sempre 3 ou 4 ovos no ninho para incentivar e permitir que a galinha sinta confiança no local na época da chocadeira.
Retirar sempre os ovos mais antigos.
Providenciar a existência de ervas, palha e pequenos galhos secos para as galinhas fazerem o ninho onde irão por os ovos.
Quando as galinhas entram na época de criação, o carcarejo muda para um tom mais grave  típico carcarejar de galinha choca e dá inicio a azáfama de transportar ervas e galhos secos de arranjar o ninho para chocar os ovos.
Deixar cerca de 12 ovos para a galinha chocar, desde que ela consiga cobrir todos com as penas.
E é só, a galinha e a natureza farão aparecer os pintos.

Alimentação das galinhas caseiras

Se a finalidade for criação de galinhas exóticas ornamentais para exposição, não seguir estas indicações.
Se a finalidade é colocar a galinha ou galo num tacho ao fim de algum tempo, ficam as indicações.
- O terreno para as galinhas esgaravatarem, deve estar isento de qualquer contaminação de agro tóxicos, pesticidas, ou outros tipos de contaminação no solo.
- Verificar que no terreno não existem pedaços de metal ou vidro, como pregos, anzois, limalhas de metais e pedaços de vidro partido.
As galinhas comem tudo e mais qualquer coisa. Sua moela poderosa permite este privilégio.
Qualquer resto de comida, será bem vindo para os bicos insaciaveis.
Restos de peixe, batata, feijão, arroz, massa, carne, legumes, frutas, sopa, tudo o que os humanos comem, a galinha também devora com satisfação.
Providenciar regularmente um bom punhado de milho para cada galinha e farinha de milho ou outro cereal misturado com água e couves.
Deixar que as galinhas comam as minhocas, grilos, gafanhotos, caracois e insetos diversos.
Elas necessitam também de sais minerais para facilitar a digestão. Por isso elas engolem pequenas pedras, areia e terra.

Evitar rações comerciais, exceto quando pretender um crescimento mais rápido das aves, mas fique sabendo que a carne fica menos apetitosa e qualidade inferior.

Mau grado aos vegetarianos, seguindo estas indicações terá certamente deliciosos caldos e pratos á base de galinha de comer e chorar por mais.